terça-feira, 7 de março de 2017

Chegou ao fim a prova que fez de Aguiar da Beira a capital mundial de orientação, com atletas de 21 países

DÃO E DEMO

Foi com as vitórias de Thierry Gueorgiou e Maren Jansson Haverstad, que chegou ao fim o Aguiar da Beira O 'Meeting 2017. Depois de três etapas em dois dias de competição, eles foram os mais rápidos, concluindo da melhor maneira a sua passagem por Portugal. Na entrega dos prémios estiveram presentes João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e Desporto e Joaquim Bonifácio, Presidente da Câmara Municipal de Aguiar da Beira.

Realizou-se este fim-de-semana, dias 04 e 05 de março, em Aguiar da Beira, o Aguiar da Beira “O” Meeting 2017 (ABOM’17), organizado em parceria pelo Clube de Orientação de Estarreja (Ori-Estarreja, Estarreja)e o município de Aguiar da Beira.
Com três etapas pontuáveis para a Taça de Portugal VITALIS de Orientação Pedestre 2017 (TP Ped 2017), de distância média, sprint e distância longa, os percursos de elite feminina e masculina das duas primeiras também eram pontuáveis para o Ranking Mundial da Federação Internacional de Orientação (IOF WRE).
A primeira e a terceira etapas decorreram no mapa de “Aguiar da Beira Norte”, onde os atletas tiveram de cumprir percursos de elevada exigência técnica, percorrendo paisagens deslumbrantes com imensos detalhes rochosos.
Na etapa distância média estiveram presentes grandes figuras mundiais da modalidade. A grande vencedora do escalão elite feminina foi Svetlana Mironova, atleta que gastou pouco mais de 40 minutos para completar o seu percurso, menos 15 segundos que Ekaterina Nikitina, segunda classificada, e 30 segundos que a terceira, a sua colega de equipa Urika Uotila. As melhores atletas femininas portuguesas foram Mariana Moreira (CPOC Oeiras) e Carolina Delgado (GD4C, Matosinhos). No escalão seniores masculinos a luta pela vitória foi um pouco mais renhida, com o francês Thierry Gueorgiou a vencer o norueguês Olav Lundanes por apenas 5 segundos de diferença, ficando em terceiro lugar Albin Ridefelt a quase 2 minutos. Manuel Horta (Gafanhori, Arraiolos) e Pedro Nogueira (ADFA, Évora) foram os dois melhores atletas portugueses.
Na etapa da distância longa, disputada na manhã de domingo, a grande vencedora foi Maren Jansson Haverstad, com uma vitória folgada de quase 4 minutos de vantagem sobre Svetlana Mironova e Urika Uotila, atletas que tinham ocupado lugares do pódio na etapa de distância média do dia anterior. No sector masculino Thierry Gueorgiou e Olav Lundanes mantiveram a classificação do dia anterior, primeiro lugar para Thierry e segundo para Olav, tendo Graham Gristwood subido ao terceiro lugar do pódio.
Entre as duas etapas referidas, na tarde de sábado 4 de março, a vila de Aguiar da Beira foi preparada para ser palco de uma etapa de sprint pontuável para o ranking mundial de atletas. Para aumentar o grau de dificuldade técnica do percurso e o espetáculo do evento a organização montou barreiras artificiais nas ruas. Ekaterina Nikita foi a grande vencedora do desafio no escalão de elite feminina, com uma vantagem de meio minuto sobre Fanni Gyurko. O pódio deste escalão ficou completo com duas atletas portuguesas, Mariana Moreira (CPOC, Oeiras) em terceiro lugar e Carolina Delgado (GD4C, Matosinhos) em quinto. No escalão masculino o vencedor foi o espanhol Andreu Blanes, com uma vantagem de quase 1 minuto sobre o seu compatriota Edurdo Gil. O terceiro lugar do pódio foi para Albin Ridefelt, sendo João Mega Figueiredo (CN Alvito, Alvito) e Pedro Nogueira (ADFA, Évora) os melhores atletas portugueses.
Este evento que encerrou o ciclo de três eventos consecutivos em que Portugal foi o palco maior da Orientação mundial e contou com a presença de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto que presidiu à cerimónia de entrega de prémios atribuídos pela soma das três etapas do evento. Num duelo em que estiveram presentes vários campeões mundiais, nos principais escalões as vitórias foram para a norueguesa Maren Jansson Haverstad para o francês Thierry Gueorgiou, no escalão feminino e masculino respetivamente.
Por clubes, a vitória foi para o Clube de Orientação do Centro (COC, Leiria), a Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA, Évora) classificou-se em segundo lugar e em terceiro ficou o Grupo Desportivo 4 Caminhos (GD4C, Matosinhos).
O português, Luis Barreiro (NADA) foi o melhor classificado da Elite Masculina, terminando na 42ª posição, enquanto Filipa Rodrigues (ADFA) foi a melhor na Elite Feminina, encerrando a sua participação no evento na 10ª posição.
Lista dos Países Representados (21) com o respetivo número de participantes:
  • Áustria - 1
  • Bélgica – 1
  • Brasil – 1
  • Bulgária – 9
  • Canadá – 2
  • Dinamarca – 5
  • Espanha – 69
  • Estónia – 1
  • Finlândia – 83
  • França – 12
  • Reino Unido – 18
  • Alemanha – 16
  • Hong Kong – 1
  • Itália – 4
  • Lituânia – 3
  • Noruega – 37
  • Polonia – 14
  • Portugal – 377
  • Rússia – 22
  • Suíça - 38

Sem comentários:

Enviar um comentário