sexta-feira, 30 de maio de 2014

Sou, inequivocamente, a favor da convocação de um congresso do PS

Assim como a ágora, na Atenas clássica, era o espaço de manifestação pública e confronto das ideias dos atenienses, assim os congressos são o espaço vital de debate das linhas de rumo e das lideranças partidárias nos tempos modernos.
Vem isto a propósito da atual situação que se vive no PS.
Podemos invocar os mais respeitáveis e legítimos argumentos, mas só um congresso, através da devolução da palavra aos militantes, permitirá oxigenar a vida partidária e clarificar as opções políticas.
Sou inequivocamente favorável à realização de um congresso extraordinário do PS.
Viva o PS!


Nas IV jornadas "Cidadania em ação - Rumos de mudança", em Moimenta da Beira | Mais interior, melhor país

Participei, no dia 29 de maio, a convite da organização, nas IV jornadas "Cidadania em ação - Rumos de mudança", promovidas pela câmara municipal de Moimenta da Beira em articulação com a Rede Social.
A minha intervenção, a que dei o título "Mais interior, melhor país", centrou-se em torno das questões das assimetrias regionais.
Não restam quaisquer dúvidas de que o interior não tem tido o olhar, a atenção e os investimentos por parte da administração central que se impõe. Antes pelo contrário e sobretudo nos últimos anos tem estado debaixo de fogo com o encerramento de serviços, com a suspensão de todos os investimentos em acessibilidades de proximidade e com a extinção de benefícios fiscais que existiam até 2011 para as empresas do interior.
Aquilo que se espera é que o novo acordo de parceria e o quadro de apoios comunitários 2014-2020 possam ser bem direcionados para a resolução dos problemas estruturais com o interior se defronta e que não seja mera retórica.
No painel em que participei, moderado por Pedro Dias, vice-presidente da cooperativa do Távora, intervieram em representação da CCDRN, Pedro Moia, e da CIM Douro, Paulo Noronha, em que explanaram as principais linhas do próximo quadro comunitário e da estratégia integrada para o Douro.
Parabéns à câmara municipal, na pessoa do seu presidente, José Eduardo Ferreira, por mais esta importante iniciativa realizada no seu concelho, bem como uma palavra de reconhecimento para todos quantos se empenharam e envolveram neste evento.
(Foto: Rui Bondoso)


quinta-feira, 29 de maio de 2014

AR: Deputados do PS com Francisco Carvalho e José Laires

O presidente e o vice-presidente da câmara de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho e José Laires, deslocaram-se no dia 28 de maio a Lisboa a fim de tratarem assuntos de interesse para o concelho relacionados com as questões do mapa judiciário, tendo reunido com o secretário de estado das autarquias locais, Leitão Amaro.
De seguida os deputados do PS de Viseu, José Junqueiro, Elza Pais e Acácio Pinto, receberam-nos na Assembleia da República.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Conferência na Assembleia da República: Direitos fundamentais da criança e educação inclusiva

Decorreu, hoje, dia 28 de maio na sala do senado da Assembleia da República a conferência sobre "Direitos fundamentais da criança e educação inclusiva" em que participaram cerca de três centenas de inscritos.
Nesta iniciativa, promovida pelas 1ª e 8ª comissões,  intervieram na sessão de abertura os respetivos presidentes de comissão, deputados Fernando Negrão e Abel Batista e a coordenadora do grupo de trabalho sobre educação especial, Margarida Almeida. Os conferencistas foram Laborinho Lúcio e David Rodrigues a que se seguiu um debate com os presentes e no final os diversos grupos parlamentares efetuaram uma intervenção. Do PS interveio a deputada Odete João.
Lá estive.

Parlamento dos Jovens e Euroescola na Assembleia da República

Nos dias 26 e 27 de maio decorreu na Assembleia da República a sessão nacional do Parlamento dos Jovens do ensino secundário, na sala do senado, e igualmente teve lugar a sessão do programa Euroescola.
Foi com agrado que tive a oportunidade de contactar com os professores envolvidos nesta iniciativa, das escolas de São João da Pesqueira, Moimenta da Beira, Latino Coelho, Hotelaria e turismo de Lamego, estas no Parlamento dos jovens, e ainda com a escola de Nelas, no Euroescola.
Fica o registo fotográfico desse encontro nos espaços do palácio de são Bento.
Para todas as escolas envolvidas nestes programas, para os professores que se dedicaram a eles e sobretudo para todos os alunos que neles participaram deixo uma saudação com votos de que estas iniciativas lhes tenham proporcionado um enriquecimento aos mais diversos níveis.

terça-feira, 27 de maio de 2014

[opinião] Entendamo-nos: a direita perdeu as eleições!

Todos nós poderemos ter as mais diversas interpretações sobre os resultados das eleições europeias, em Portugal. Cada um de nós as pode olhar e escalpelizar sobre os mais diversos ângulos, mas para a história vão ficar duas coisas muito simples: o PS ganhou e a direita não só perdeu como teve o pior resultado eleitoral de sempre.
Ou seja, o PSD e CDS coligados, a Aliança Portugal, foram derrotados de uma forma clamorosa pelo voto dos portugueses. E não se pense que esta derrota se deveu à descrença dos portugueses para com as propostas para a Europa destes dois partidos, de que nenhumas se conhecem, nem agora nem nos últimos três anos, que não fossem redundâncias das opções de Angela Merkel.
Este voto dos portugueses, e um pouco por toda a União, foi de profunda reprovação da política de austeridade expansionista na Europa e em Portugal. Foi reprovação de uma política insensível, completamente insensível, aos problemas sociais das pessoas e que deu como resultado o alargamento do fosso entre os ricos e os pobres. Cortes nas pensões e nos salários e aumento de impostos não é, direi mesmo, nunca foi uma boa via para o crescimento da economia e do emprego.
Cabe, portanto, ao PS, a partir de agora, assumindo a vitória que os portugueses lhe tributaram, construir e operacionalizar o seu percurso de esperança e devolver aos portugueses a autoestima que Passos e Portas lhes subtraíram. Aprofundar, abrir e densificar o contrato de confiança que António José Seguro apresentou na convenção nacional do novo rumo é o grande desafio que o PS tem pela frente, transformando-o num programa eleitoral congregador e aglutinador de diversos pontos de vista.
E o PS, como o partido europeu com melhor performance dentro do PSE, tem, igualmente, sobre si e sobre Francisco Assis, que travou este combate de uma forma empolgante, a responsabilidade de ser, no Parlamento Europeu, a voz que se enfoque nas tão necessárias ruturas com esta política europeia e que se centre em torno de um novo horizonte e de um novo desafio que passe pelo apoio às empresas, à economia e ao emprego. Afinal, que pugne por uma Europa mais social em que as pessoas estejam, inequivocamente, à frente dos interesses meramente financeiros e bancários, de tão má memória, em Portugal, na Europa e no mundo.
Uma palavra para a abstenção. Uma palavra de preocupação, com certeza, mas sobretudo a expectativa de que esta abstenção seja um desafio, para todos nós, de reflexão sobre o nosso discurso e, essencialmente, um desafio para a necessidade de falarmos claro e de falarmos verdade aos portugueses.
Acácio Pinto
Diário de Viseu

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Schulz congratulou-se com vitória do PS, em Portugal


O candidato do Partido Socialista Europeu (PSE) à presidência da Comissão Europeia, Martin Schulz, telefonou hoje ao líder socialista, António José Seguro, para o felicitar pela vitória nas eleições europeias de domingo, revelou o PS.
«Martin Schulz, Presidente do Parlamento Europeu e candidato do Partido Socialista Europeu (PSE) à presidência da Comissão Europeia, congratulou-se hoje com a vitória do Partido Socialista nas eleições europeias realizadas ontem [domingo]. Martin Schulz telefonou a António José Seguro, felicitando-o pela vitória do PS», lê-se numa nota divulgada pelos socialistas.
O PS foi o partido com mais mandatos nas eleições europeias de domingo depois de apurados os resultados em todas as 3.092 freguesias de Portugal e em 54 dos 71 consulados, segundo dados da Direção Geral de Administração Interna (DGAI).
Os resultados indicam sete deputados (31,45%) para o PS, seis (27,71%) para a Aliança Portugal (PSD/CDS-PP), dois (12,68%) para a CDU (PCP-PEV), um (7,15%) para o Partido da Terra (MPT) e outro (4,56%) para a Bloco de Esquerda, faltando atribuir quatro dos 21 mandatos de Portugal no Parlamento Europeu, que dependem dos resultados no estrangeiro [resultados AQUI].
(Texto: TVI 24 | fotos: PS | PES)

Germil - Penalva do Castelo: Feira de desenvolvimento local

Teve lugar no dia 25 de maio, domingo, em Germil, freguesia do concelho de Penalva do Castelo, mais uma edição da sua feira de desenvolvimento local.
Esta iniciativa que se realiza desde 2012, promovida pela junta de freguesia, concita sempre a adesão da população local e das pessoas das freguesias vizinhas, dos concelhos de Penalva e de Mangualde, e, igualmente, é motivo para os produtores locais exporem e comercializarem os seus produtos e os grupos musicais fazerem a demonstração do seu trabalho.
Está de parabéns a junta de freguesia de Germil e a sua presidente, Marlene Lopes, ao levarem a cabo mais este evento que contou com o apoio imprescindível da câmara municipal de Penalva do Castelo e das instituições e dos empresários locais.
Quiseram associar-se a esta iniciativa o deputado do PS, Acácio Pinto, o presidente da câmara de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho, e muitos outros autarcas do concelho.
Parabéns.

domingo, 25 de maio de 2014

Tomei "CAFÉ COM BICHOS" na mesa do Ricardo Bordalo, Liliana Rodrigues e Rosário Pinheiro

Hoje, à tarde, ali para os lados da sé de Viseu, numa daquelas ruas teimosas, em que o granito não cede às relvas aparadas e às tulipas mecânicas, fui tomar um café. Um café "avariado" com bichos (porco-espinho, lagartixa, lesma negra, porco, pinguim...). Um "CAFÉ COM BICHOS", com os bichos que o Ricardo Bordalo, na sua prosa crua, concebeu e descreveu e a que a Liliana Rodrigues e a Rosário Pinheiro, com os seus traços firmes, deram forma, deram corpo.
Trata-se de um livro. Melhor, dois livros abraçados por um "cordão umbilical", um elástico, não sei se para significar a flexibilidade que para aí anda e às vezes tresanda de tanto esticar, se para permitir elasticidade criativa às ilustradoras... Seja como for, gostei da inovação!
Uma palavra também para o design do Nuno Rodrigues!
Saboreiem um naco da lesma negra:
«... uma revolução é isto. tu estás convencido que fui eu que cresci para chegar ao teu tamanho... mas não, foste tu e todo o café que diminuíram. eu estou na mesma. (...) numa revolução és levado a concluir que tudo à tua volta se transforma, mas, na verdade, não. e quando pensas que conseguiste... és esmagado pela realidade. sempre.»
Parabéns pelo arrojo! E já agora pelo vinho (inteiro) do Teixeira!

Hoje: HINO DA UNIÃO EUROPEIA | HINO À ALEGRIA

A melodia escolhida para simbolizar a UE é o "Hino à Alegria" composto por Ludwig Van Beethoven em 1823, enquanto parte da Nona Sinfonia, para o poema com o mesmo nome de Friedrich Schiller, de 1785.
Este hino simboliza não só a União Europeia, mas também a Europa num sentido mais lato. O poema "Hino à Alegria" evoca o ideal da fraternidade de Schiller, partilhado por Beethoven.
Em 1972, o Conselho da Europa adoptou o "Hino à Alegria" de Beethoven para seu hino. Em 1985, este foi adoptado pelos dirigentes europeus também como hino oficial da União Europeia. Sem palavras, utilizando apenas a língua universal da música, este hino exalta os ideais europeus da liberdade, paz e solidariedade.
O hino europeu não se destina a substituir os hinos nacionais dos países da UE, mas antes a celebrar os valores que estes partilham.
(Texto in: UE)

sábado, 24 de maio de 2014

Sátão: Apresentação do livro "Aforamento da alma" na casa da cultura | 24 maio | 16 horas

Decorrerá hoje na casa da cultura, em Sátão, pelas 16 horas, a apresentação do livro "Aforamento da alma", da autoria de Joaquim Rodrigues.
"Aforamento da alma" é um livro de poesia editado pelas edições "100 Título", integrada no universo das Edições Esgotadas e será apresentado por Acácio Pinto, que prefaciou a obra.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Europeias 2014: Acácio Pinto e Francisco Carvalho na feira de Penalva do Castelo

No último dia de campanha, logo pela manhã, o deputado do PS, Acácio Pinto, a convite de Francisco Carvalho, presidente da câmara municipal, deslocou-se à feira semanal de Penalva do Castelo para mais uma iniciativa de campanha no âmbito das eleições europeias.
Nesta iniciativa de campanha o PS mobilizou uma vasta equipa de socialistas, do PS e da JS, e nos múltiplos contactos que estabeleceram com as pessoas, quer no mercado quer na rua, foi possível sentir uma forte vontade de mudança destas políticas do PSD e do CDS que ano após ano nos têm colocado nesta situação, dramática para a economia e para as pessoas.
Esta foi mais uma excelente iniciativa de campanha em que sentiu, já, o efeito positivo da mudança do PSD para o PS efetuada na autarquia no final do ano anterior, que ilustro com uma frase de uma penalvense: "resolveram em 24 horas, na minha rua, um problema que os outros não resolveram em vários anos".
Parabéns às estruturas locais do PS e da JS e aos autarcas socialistas.