terça-feira, 31 de agosto de 2010

Ministro inaugura Gabinete de Apoio ao Agricultor em Tabuaço


António Serrano, Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, inaugurou no dia 31 de Agosto o Gabinete de Apoio ao Agricultor de Tabuaço que visa prestar os seguintes serviços:
Elaboração de Projectos de Investimento do PRODER, Recepção de candidaturas a subsídios de apoio à agricultura, Parcelário, aconselhamento técnico, promoção da agricultura local, legalização de poços e furos e organização de sessões de esclarecimento sobre temas de interesse para os agricultores.
Presentes o Presidente da Câmara, João Ribeiro, e autarcas do concelho e da região, o Governador Civil, Miguel Ginestal, o Director Regional da Agricultura e muitos outros dirigentes de serviços descentralizados do Estado.
Os deputados do PS Acácio Pinto e Paulo Barradas estiveram presentes na inauguração deste Gabinete.
(Fotos em colaboração com Rui Carvalho)

Ministro da Agriculturta de visita às áreas ardidas no Distrito

O Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, António Serrano, acompanhado pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, deslocou-se nos dias 30 e 31 de Agosto ao Distrito de Viseu a fim de se inteirar da real e concreta dimensão dos principais incêndios florestais ocorridos no Distrito.
Nesta sua deslocação o Ministro e os elementos do Ministério e dos Serviços descentralizados do Estado que o acompanhavam passaram pelos concelhos de Mangualde, S. Pedro do Sul, Castro Daire, Moimenta da Beira e Tabuaço, tendo sido recebido e acompanhado em todos eles pelos respectivos Presidentes de Câmara, respectivamente, João Azevedo, António Carlos, Fernando Carneiro, José Eduardo Ferreira e João Ribeiro.
Nesta sua incursão às áreas atingidas o Ministro pôde ouvir de viva voz dos vários interlocutores (autarcas, agricultores, bombeiros e demais agentes de protecção civil) a verdadeira dimensão do problema, inteirar-se dos principais prejuízos e perceber quais são as perspectivas que cada um tem para que no futuro tal não se repita com esta gravidade.
Os deputados do PS, Acácio Pinto e Paulo Barradas, acompanharam esta visita, que também teve a presença do Governador Civil de Viseu, Miguel Ginestal, entre Directores Regionais da Agricultura e Florestas e dirigentes do Ministério.
Durante toda esta visita o Ministro esclareceu quais as ajudas que já estão disponíveis para minimizar os prejuízos dos agricultores (p.e. apoio aos ovinos, caprinos e bovinos) e que há um conjunto de trabalhos que poderão já ser iniciados pelas entidades e que no final dos incêndios serão comparticipados a cem por cento através de candidaturas a apresentar aos serviços.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Opinião: Passos do avesso

A graça de Passos Coelho e o seu estado pueril eram fantásticos, no pós-congresso do PSD. Temos líder, diziam os sociais-democratas, na altura, corroborados pelos estudos de opinião e por uma opinião pública receptiva.
Só que o caminho faz-se caminhando e a sua mudez não podia ser permanente. Começou a caminhar e começou a falar.
E começou-se logo a perceber tudo!
Quem estava ali não era o salvador da pátria, nem era o estadista que os “opinadores” nos tentaram vender!
Ele, afinal, é o construtor de uma deriva ultraliberal para Portugal e o intérprete dos interesses económicos mais gananciosos.
Aquele que quer desmantelar o Serviço Nacional de Saúde, arruinar a Escola Pública, atacar a Segurança Social e despedir os trabalhadores por “causa atendível”.
Começam a surgir sinais de alarme para os lados sociais-democratas devido às sondagens em queda!
Estaremos para ver se este seu discurso convicto resiste a este teste e se não vão virar Passos do avesso! Mas já não nos tiram a memória!

Intervenção de João Azevedo no Comício do PS em Mangualde

Intervenção de José Junqueiro no Comício do PS em Mangualde

Intervenção de José Sócrates no Comício do PS em Mangualde

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Opinião: PRL - Partido de Responsabilidade Limitada

Depois de elogiar José Junqueiro e João Azevedo, José Sócrates efectuou uma intervenção no comício de Mangualde, no dia 21 de Agosto, perante milhares de pessoas presentes, em que deu conta do muito que o Governo tem vindo a fazer nas áreas da educação, saúde, energias renováveis, tecnologias, investigação científica, não esquecendo a recente criação de 300 postos de trabalho na fábrica da Peugeot-Citroen de Mangualde.
De seguida criticou fortemente a instabilidade e a crise que o PSD quer lançar no país, que apelidou de uma grande leviandade e irresponsabilidade política, dizendo que o PS não cede a chantagens nem a ultimatos. O PS ganhou as eleições e está, responsavelmente, a governar, ao contrário do PSD que mais parece um partido de responsabilidade limitada, pois ainda há escassos meses aprovou o PEC que agora quer contrariar.
Igualmente criticou a proposta de revisão constitucional do PSD e as suas linhas liberais, como são os casos da educação, saúde e os despedimentos. O PSD quer desmantelar o Serviço Nacional de Saúde, quer acabar com a Escola Pública de qualidade e quer liberalizar, pela via constitucional, os despedimentos dos trabalhadores.
Terminou dizendo que não contarão com o PS para esta deriva radical e extremista do PSD para rever a Constituição. O PS não estará ao lado de quem quer acabar com estas conquistas que tão caras são aos portugueses.
É, pois, chegado o momento de nos começarmos a definir sobre estas matérias. E a voz das pessoas é muito importante. Todas as opiniões contam e todos teremos que dizer com força de que lado da barricada estamos, se do lado da ganância daqueles que se querem sentar à mesa do orçamento para o assaltarem e tudo privatizarem, que o PSD está a encarnar, se do lado do PS e daqueles que defendem a manutenção da justiça social e de um estado regulador e solidário.
Era também importante conhecer o pensamento dos políticos sociais-democratas da região sobre estas matérias, alguns deles que tão apressados apareceram a carpir a desgraça alheia e a atacar despudoradamente aqueles que só são seus adversários, mas que prezam a coerência.

IX Prova Técnica "Vinhos do Dão" - Penalva do Castelo

No dia 25 de Agosto participei na IX Prova Técnica de "Vinhos do Dão" de Penalva do Castelo que se realizou ao final da tarde na Adega Cooperativa e em que estiveram à prova vinhos brancos, tintos e rosés dos seguintes produtores: i) Adega de Penalva; ii) Casa da Ínsua; iii) Sociedade Agrícola Castro de Pena Alba / FTP Vinhos; iv) Quinta do Barreiro; v) Quinta da Vegia.
Presentes neste evento o Presidente da Câmara e vereadores, representante do Governador Civil, Directores Regionais Adjuntos de Agricultura do Centro, Presidentes de várias Juntas de Freguesia do Concelho, representante da CVR Dão, representantes de diversas entidades e instituições concelhias e regionais e muitos convidados de toda a região, para além obviamente dos produtores e dos seus enólogos.
Antes da Prova foram entregues 3 medalhas de prata (FTP, Casa da Ínsua e Adega de Penalva) e uma de ouro (FTP) que os vinhos do concelho de Penalva ganharam num concurso internacional de Itália.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Membros do Governo no Distrito de Viseu

- O Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, o Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro e o Secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco, deslcocaram-se, no mês de Agosto, a vários concelhos do Distrito de Viseu que foram assolados pelos incêndios florestais (S.Pedro Sul, Mangualde, Tabuaço, Castro Daire, Moimenta da Beira).
- A Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território, Dulce Pássaro, deslocou-se no dia 14 de Agosto a Viseu para a inauguração da Feira de S. Mateus.
- O Secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, deslocou-se no dia 11 de Agosto a Bigorne, Lamego, para proceder à inauguração do Ecocentro de Bigorne.
- O Secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco, deslocou-se no dia 6 de Agosto à Base Permanente de Helicópteros de Santa Comba Dão.
- O Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, deslocou-se no dia 29 de Julho a Tarouca, para participar na homenagem que a Câmara efectuou ao Professor Doutor e investigador na Finlândia, Hélder Almeida Santos.
- O Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, deslocou-se no dia 25 de Julho a Vouzela, para presidir à sessão comemorativa dos 125 anos dos Bombeiros de Vouzela.

Rentrée Nacional do PS em Matosinhos, 4 de Setembro, 17 h


domingo, 22 de agosto de 2010

Sócrates em grande, no comício de Mangualde

Depois de elogiar José Junqueiro e João Azevedo, José Sócrates efectuou uma intervenção no comício de Mangualde em que deu conta do muito que o Governo tem vindo a fazer nas áreas da educação, saúde, energias renováveis, tecnologias, investigação científica, não esquecendo a recente criação de 300 postos de trabalho na fábrica da Peugeot-Citroen de Mangualde, perante a presença de milhares de pessoas do Distrito de Viseu que se mobilizaram fortemente para esta renntrée do PS.
De seguida criticou fortemente a instabilidade e a crise que o PSD quer lançar no país, que apelidou de uma grande leviandade e irresponsabilidade política, dizendo que o PS não cede a chantagens nem a ultimatos. O PS ganhou as eleições e está, responsavelmente, a governar, ao contrário do PSD cuja responsabilidade apelidou de limitada, pois ainda recentemente aprovou o Plano de Estabilidade e Crescimento que agora quer contraria.
Igualmente criticou a proposta de revisão constitucional do PSD e as suas linhas liberais, como são os casos da educação, saúde e despedimentos. O PSD quer acabar com o Serviço Nacional de Saúde, quer combater a Escola Pública e quer permitir pela via constitucional os despedimentos dos trabalhadores.
Terminou dizendo que não contarão com o PS para esta deriva liberalizante e de combate às conquistas que tão caras são aos socialistas e aos portugueses.
Antes de José Sócrates interveio João Azevedo que agradeceu a sua presença em Mangualde e enalteceu as suas políticas para o país e para a região e interveio José Junqueiro que apelidou Passos Coelho de uma carpideira, dizendo-lhe que o PS não deseja a crise mas está preparado para todas as consequências da irresponsabilidade do PSD.